Oscar – La Coruña da Espanha

A camisa do Deportivo La Coruña é mais uma das concorrentes do Oscar das Camisas 0708. O clube foi indicado para três categorias, em todas ele compete com a camisa Home, as categorias são, Melhor Templante com a Canterbury, Melhor Camisa Clássica e Melhor Patrocínio com a sua remodela Fadesa.

…Deportivo La Coruña da Espanha

O Deportivo foi fundado em 1906 e seu nome completo é Real Club Deportivo de La Coruña. O real foi acrescentado ao clube quando rei Afonso XIII aceitou a presidência de honra do clube.

O clube não tem uma tradição muito grande de títulos, mas há poucos anos obteve um continuo sucesso. Na temporada 9900 conquistou pela única vez o Campeonato Espanhol. Duas temporadas depois conquistou a Copa do Rei, e mais duas temporadas depois conseguiu o incrível feito de chegar a semifinal da Champions League perdendo para o Porto que se sagraria campeão da CL e posteriormente o último campeão mundial antes do mundial criado pela FIFA sobre o surpreendente Once Caldas. Atualmente o clube ocupa a 15ª colocação do Campeonato Espanhol e já foi eliminado da Copa do Rei.

O Deportivo adotou as suas cores e seu uniforme base em 1912 e então as mudanças se limitaram apenas no tamanho e quantidade de faixas que são alternadas em azul e branco sempre na vertical. Uma das camisas mais curiosas do clube foi feita na década de 90, mais precisamente em 91 quando as listras mudavam de sentido na parte superior tornando se horizontais, foi a primeira vez que o Deportivo usou faixas nesse sentido. O desenho inovador foi feito pela ROX e posteriormente copiado pela Umbro em 93.

Atualmente o clube é patrocinado pela desconhecida, e nova no mercado do futebol, Canterbury. Apesar de ser sua primeira temporada no futebol a Canterbury consegui acertar. A camisa de casa dessa temporada é muito bonita e consegue dar lição em grandes marcas. Ela segue o padrão histórico do clube e por isso é listrada em branco e azul. As listras estão num tamanho perfeito e o fato do branco estar no meio ajudou na beleza da camisa, além de ser dar para a camisa um tom mais claro fez com que o azul ficasse sendo a cor secundária e o dourado a 3ª. Isso faz com que o dourado consiga não ser tão extravagante, caso a maioria fosse azul o dourado seria muito distinto e chamaria muito mais a atenção deixando de ser apenas um belo detalhe para se tornar um desagradável adereço. Os detalhe em dourado que eu acabei de citar além de privilegiados pelas cores também ganham pontos pela dimensão e localização, não chegam a ser finas e conseguem dar a impressão de um elemento extra e não somente um risco para fazer volume, como a Nike fez. Já a localização é perfeita, as laterais inferiores ocupam o espaço mais carente das camisas em geral e junto com a moderação do tamanho ficou ótima. Já a dos ombros também ficou muito boa, não é tão necessário quanto a outra mas também tem uma dosagem controlada e deu um brilho a mais para a região. A gola que a marca fez é um pouco estranha, quanto chega na altura da faixa ela ganha muito mais volume, lembra o desenho da Diadora da temporada passada. Ela é muito grande de qualquer forma, mas caso sua cor fosse diferente da primária seria melhor. Apesar que especificamente esse modelo não tem muita solução, tanto o branco como o azul são cores que já foram muito usadas, o dourado está muito perto e acabaria emendando um no outro e uma 4ª cor é totalmente inviável, portanto, nas circunstâncias, a solução obtida foi a melhor. A única falha do modelo fica por parte da manga, as faixas brancas dela acabaram sendo engolidas pelo caimento final tornando elas irregulares, no sentido de não ter o mesmo tamanho do começo ao fim, e no aspecto visual isso é horrível. O símbolo da Canterbury em vermelho é outra coisa meio estranha, mas por outro lado é uma ótima sacada, ficou destacado sem exageros e ainda conseguiu evitar um excesso de azul na camisa, a princípio parece um erro, mas foi um belo acerto. Outro acerto foi no patrocínio, não sei se está em contrato ou como eles conseguiram fazer isso, mas reformaram o Fadesa (antigo Fadesa). Além da considerável diminuição no tamanho, eles também conseguiram reestilisar a letra e deixar tudo muito mais claro, quem ganhou nessa, além da camisa, é a própria Fadesa, um patrocínio claro e simples chama muito mais a atenção pois hoje em dia o excesso é comum e o simples não. O escudo do clube centralizado abaixo do símbolo da fornecedora ficou bem legal, de fato é a melhor solução para esse tipo de camisa, mas por outro lado já está muito comum, fazer num estilo da Le Coq com o símbolo da Canterbury no ombro e o escudo mais acima ficaria mais legal.

deportivo-la-coruna-0708-a.jpg

Anúncios

4 comments so far

  1. rodolfo bender on

    ba… encontrei essa camisa a venda na Irlanda por 15 euros e nao comprei… me arrependo disso.

    falando sobre a canterbury, ela está estreiando no futebol mas fornece material para varios times de rugby, normalmente tendo os desenhos muito bonitos

  2. Daniel Franco on

    A Canterbury (Beija-FGlor, note o desenho dos três beija-flores na logomarca) faz belíssimas camisas de rugby, há seculos. è tradiicionalíssima, é uma marca da Nova Zelândia.

  3. edl on

    a canterbury e uma marca espectacular… em Argentina vistió muitos times de rugby…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: