Archive for the ‘preto’ Tag

Especial do Mês – Maio

Esse mês vou falar do mais importante item que uma camisa tem, é o principal responsável pela personalidade da camisa, sem dúvidas é também o que mais afeta na beleza da camisa e é quem muitas vezes define se ela vai ser bonita ou não, quando bem encaixado pode ajudar a camisa a se tornar épica, quando mal as conseqüências são graves. É também, depois do distintivo, a maior relação existente entre camisa e clube, mas por outro lado é mais fácil um time mudar o distintivo do que ele. Não sei se deu para perceber mas eu estou falando das combinações de cores, elemento mais que marcante, afinal quando você pensa em tal clube ou tal cor a associação é imediata e inevitável. Mas vim apresentar para vocês cinco das combinações que são mais belas e marcantes, não encarem isso como uma eleição pois apenas peguei aquelas que eu particularmente gosto muito.

Combinação: Preto e Verde

Quem tornou conhecida: A combinação entre verde e preto é bastante incomum e na verdade esse é um quesito básico para uma combinação se tornar inesquecível. Quando falamos de preto e verde o primeiro clube que me vem a cabeça é o Hannover 96 um clube alemão que apesar da camisa de casa ser vermelha tem as cores no símbolo e na camisa de visitante. Do meu ponto de vista o precursor da combinação.

Características: A grande característica do preto com o verde é a contraposição, o verde que quase sempre aparece como cor escura quando acompanhado do preto se torna mais claro e mais vivo, mas sempre com o preto para combinar e não deixar tudo ficar muito reluzente, além disso o brilho que o verde tem com o preto não existe em nenhuma outra combinação, sem dúvidas dos verdes não escuros é a melhor combinação.

Tendência: Não existe uma grande tendência do uso dessa combinação, fora o Hannover somente o Sporting arriscou uma camisa com essas cores, mas sempre que é usada a combinação o preto entra como predominante e o verde em pequenos detalhes assim tornando as camisas  escuras.

Fotos: Hannover 96 0506 away, Hannover 96 0708 away e Sporting 0708 away

                   

Combinação: Grená e Amarelo

Quem tornou conhecida: O clube que tornou essa combinação inesquecível foi o Galatasaray da Turquia, é símbolo do clube e a associação entre ele e a combinação acontece no mundo inteiro, lembrada também pelo clássico desenho meio a meio das duas cores que nunca mudou na história do clube.

Características: A principal característica dessa combinação é a harmonia de duas cores incomuns e de muita elegância, o amarelo parte para o mostarda e o vermelho para o vinho, assim a camisa não fica com uma aparência muito forte e espalhafatosa e sim mais elegante e calma. Além disso a divisão igualitária das cores ajuda no contexto já que nenhuma das duas tem tanta força para ser predominante.

Tendência: Também é uma combinação pouco explorada, com exceção do Galatasary que dá um jeito de aplica-la em todos os seus 4 uniformes eu conheço apenas a camisa de goleiro do Newcastle. O balanceamento perfeito das cores é sem dúvida algo que não falta nas camisas, ou seja é a principal tendência e o elemento mais importante.

Fotos: Galatasaray 0708 home, Galatasaray 0708 away e Newcastle 0708 GK

                   

Combinação: Rosa e Preto

Quem tornou conhecida: Sem dúvida alguma o uniforme pioneiro nessa combinação é o do Palermo da Itália, uniforme também muito tradicional e muito elogiado, a predominância sempre vai para o rosa que tem um tom discreto acompanhado de um discreto preto somente para não deixar a camisa tão clara e próxima do branco.

Características: A combinação é muito forte de personalidade, principalmente quando tratamos de rosa cor tão polêmica. O grande toque da combinação está no tom claro do rosa que permite que o preto não fique fora de foco como aconteceria se fosse usado um rosa-choque. Com isso também foram valorizados a simplicidade e o estilo clean, tudo muito suave mas sem deixar a camisa sumir.

Tendência: Sem dúvida alguma é uma das combinações mais em alta no mundo esportivo, espalhou para clubes da Espanha e da França que fizeram suas adaptações, muitos não gostam mas é verdade que o nível de aprovação foi muito superior ao de rejeição, foram criadas camisas tanto majoritariamente rosa como o oposto e até o meio termo.

Fotos: Palermo 0607 home, Sochaux 0708 away e Espanyol 0708 away

                   

Combinação: Laranja e Verde

Quem tornou conhecida: A combinação não abriga oficialmente nenhum clube, o mais próximo que temos é o Venezia na Itália, mas a mistura com o preto é muito forte, portanto como pioneiro nessa história de laranja com verde temos o Werder Bremen da Alemanha, alguns de seus seguidores são o Banfield na Argentina e a seleção da Costa do Marfim na África.

Características: A característica marcante dessa combinação é a própria combinação, uma cor muito cheia de vida e outra que facilmente muda o seu caráter. Marca por não se misturarem mas mesmo assim combinarem perfeitamente desde que aplicadas com o tom certo, diferente das outras é uma combinação que está mais ligada a um estilo moderno e muito mais vivo.

Tendência: Com a exceção do Werder a principal tendência é fazer com que o laranja predomine, o clube alemão sempre procura deixar um bom equilíbrio quando as camisas são feitas nessas cores mas assume que a principal é e sempre será o verde. Acho que justamente por essa cara moderna é uma combinação que tem futuro mas ainda não tem muitos adeptos.

Fotos: Werder 0607 away, Banfield 0506 away e Costa do Marfim 0809 home

                   

Combinação: Preto e Cinza

Quem tornou conhecida: Muito difícil pois é uma combinação em ebulição e não tradicional, se formos analisarmos quem teve antes ai chegaremos a resposta do New Zelands Knights, entretanto se formos analisarmos quem realmente deixou conhecida ficamos entre a Nike com seus uniformes de goleiro e o modesto clube inglês do Reading.

Características: A principal característica da combinação é a forma como interagem as cores, o cinza ganha vida uma coisa que raramente conseguia e o preto consegue deixar de ser apenas um quadro onde as outras cores de encostam, algo ainda mais raro. E é esse despertar de dois pontos únicos e a união tão bem feita de duas cores tão parecidas que deixa essa combinação na memória.

Tendência: Apesar do clube criador não usar esse estilo todos os outros que vieram depois, a Nike com os goleiros, a Puma com o Reading e a Topper com o Estudiantes, tiveram a mesma idéia ao mesmo tempo, fazer listras, e realmente deu muito certo, todas as camisas são lindas e a tendência da combinação obviamente é essa, intercalar as cores e fazer listras, valorizando ambas.

Fotos: New Zeland Knights 0506 home, Reading 0708 away, Corinthians 2007 GK

                   

Anúncios

…Alemanha

Essa foi um pedido do Andre Araujo.

Ela é da temporada 0203 e foi parte da transição do uniforme de visitante da Alemanha da cor verde para a vermelha, nessa transição a seleção também teve uniformes pretos, mas o que mais agradou os comandantes alemães, infelizmente, foi realmente o vermelho mesmo.

Essa camisa é uma mescla de cinza com cinza escuro, tinha o corte das camisas da época aonde se percebe mangas mais alongadas, golas mais comuns e desenhos mais encabulados na questão de detalhes pequenos. Porém por outro lado os modelos ainda tinham toques de especificidade e, apesar de existir um padrão, a variação de modelo era maior. Essa camisa é um exemplo disso, nenhuma outra camisa ganhou o mesmo desenho que é lindo e chega a o atual modelo de casa deles. A camisa era cinza num tom mais escuro em toda as costas nas mangas, gola e numa faixa que cruzava a parte da frente que incluía brasão e o símbolo da Adidas. A cor era linda, um tom muito especial que sinceramente deixou saudades e se comparava facilmente as clássicas camisas em verde. Ele não era escuro demais e pode ser classificado como um grafite tendendo para o preto, a combinação com o branco era primorosa também, dava um ótimo contraste tão bom ou até melhor que com preto e ainda foi aplicada na quantidade certa e em pontos precisos como no tradicional símbolo estilo monocromático da federação alemã, no símbolo da Adidas e nas três listras. Essa última que era cortada quando passava da metade seguindo o corte da camisa que tinha uma risca na região. No final acabou virando um charme extra e diferente que fez com que as mangas continuassem com o grafite em destaque. A parte da frente tinha o tom do cinza mais claro, na verdade é um conjunto de retângulos do mesmo tamanho separados em finas linhas aonde há um tom de cinza bem claro e outro que se aproxima do resto da camisa. O resultado final dessa ousadia de fazer uma espécie de tricô foi bom, além de inovador o efeito visual ficou muito bom e conseguiu fazer com que o cinza claro se sobressaísse, apesar de eu sinceramente preferir essa camisa totalmente em cinza escuro e a faixa sim com esse emaranhado. A gola é um aspecto que não me agrada muito na camisa, ela é meio altinha, muito simples e ainda com uma solução para se fechar muito mal feita, porém é fato que ela seguia o formato que era possível na época e por isso a camisa acaba não perdendo tantos pontos. O símbolo monocromático da Alemanha e o símbolo da Adidas, que eu já citei antes, são dois pontos que deixam a camisa bonita, o brasão da federação simplesmente por ser muito bonito naturalmente e complementado por ser monocromático, que é a melhor aplicação possível de um brasão numa camisa escura como essa. E o símbolo da Adidas simplesmente por estar em branco e colaborar na questão de detalhes além de fazer parte da simetria da camisa. As estrelas nas cores da bandeira da Alemanha eram lindas, tinham muito estilo e conseguiam se adaptar as camisas da Alemanha, mas com a escolha do vermelho e do preto, como segundo e terceiro uniforme respectivamente, em 2004 acabou tirando a possibilidade dessa idéia continuar e por isso acrescentaram um circulo a mais no símbolo que contém até hoje um pequeno retângulo de cada cor. Não ficou ruim, é até muito bonito, mas que as estrelas coloridas eram muito mais disso eu não tenho dúvidas. A relação da camisa com a bandeira também aparecia nas costas onde perto da gola haviam retângulos pouco maiores que os atuais também na horizontal. A Alemanha tem muita sorte, sempre com modelos simples consegue desenhos incríveis e essa não foi exceção, é uma camisa linda principalmente quando comparamos ela com as peças que existiam na época.

alemanha-0203-b.jpg

…München 1860 da Alemanha

O TSV Munique 1860 ou Turn-und Sportverein München von 1860, como já está no nome, é um clube alemão da cidade de Munique fundado em 1860, mais precisamente em 17  de maio e, apesar de ser um clube meio conhecido, está na 2ª divisão da Bundesliga há 4 anos, desde que caiu em 0304. Seu jogos de casa são jogados no lindíssimo estádio e palco de alguns jogos de 2006 Allianz Arena. O clube tem alguns títulos importantes como a Bundesliga em 62 e 2 Copas da Alemanha, 42 e 66.

A camisa de casa dessa temporada muitos conhecem pois a Kappa resolveu incluir ela no pacote que veio para o Brasil. A camisa é bonitinha, na verdade não é nada demais. As cores são até que legais, mas a camisa não encantou. O estilo meio a meio geralmente é algo que da certo, ainda mais essas cores que são claras que se completam, me lembra muito a do Tottenham comemorativa de 125 anos. O grande problema dessa está no patrocínio. Nunca vi uma caixa de patrocínio tão estranha e mal feita, e pior ela não era necessária, o Trenkwalder está em vermelho e é mais forte e visível do que qualquer uma das outras cores da camisa.

1860-munich-0708-a.jpg

No site eu vi essa camisa de manga longa, melhorou bastante a camisa, deu um pouco mais de azul que ficou faltando após abrirem essa caixa. Foi no site também que eu vi as costas da camisa. Aquilo sim é um legitimo desastre. Tem mais uma caixa, só que dessa vez para o número, é branca também, mas não tem uma boa proporção. Acabou sobrando branco em cima do nome e quase faltando para o número em baixo que tangencia o azul. E se você reparar a partir da linha azul, que deveria ser o meio da camisa, parece que o número está fora do centro assim como o nome que está mais perto da linha preta da esquerda do que da linha da direita. O número é bem bonito, simples e o brasãozinho do clube em baixo ficou ótimo, mas esse erro da centralização é muito grave.

munchen-1860-0708-ac.jpg

Já a camisa de visitante imagino que poucos conheçam. É completamente azul marinho com detalhes em azul celeste, uma combinação e tanto. Dessa vez eles não abriram nenhuma caixa extra para colocar o patrocínio. A barra lateral da Kappa, que na foto não da para ver muito bem, ficou perfeita para essa camisa, deu um toque a mais de azul que a camisa estava pedindo já que tinha em tantas outras partes. O Kappão é algo que eu já comentei outras vezes, horrível e desnecessário são alguns adjetivos que eu posso usar para classificar essa idéia. Já a gola e as mini barras nas mangas são lindas o azul celeste nessas partes colaborou de forma vital para a beleza dessa camisa, e o Trenkwalder em branco foi a grande matada. Ele não sendo azul acaba evitando o excesso de azul. Apenas o Kappa escrito que não é muito bonito, mas o símbolo da Kappa em si não é bonito então não tem muita solução. Mas caso a camisa fosse preta ela seria muito mais bonita.

1860-munich-0708-b.jpg

…Reading da Inglaterra

Essa é uma camisa que eu estou namorando a meses e meses, e por achar ela simplesmente absurdamente linda decidi a muito tempo que ela seria minha 1ª camisa de 2008 porém a Subside me deu um golpe e colocou ela na promoção e na página inicial, assim imagino que alguns de vocês já conheçam ela agora.

O clube, por incrível que pareça, está na Premier League, conquistou o título da 2ª divisão na temporada 0506 e logo na temporada seguinte ficou a 1 ponto de se classificar para a Uefinha. Foi fundado em 1871 e além da 2ª divisão já conquistou também a 4ª e a 3ª em 2 opotunidades. Atualmente na 13ª posição o Reading tem a segunda pior defesa do campeonato só não perde para o último colocado o Derby County.

A camisa de casa do clube segue o mesmo padrão a anos e anos, um listrado horizontal de azul e branco, bonito e diferente, é raro ver listras com essas cores. Mas aquela que realmente me encantou é a camisa de visitante.

Ela é, assim como a de casa, listrada horizontalmente, mas tem o desenho da Puma 0607, apesar de ser modelo atual, ao contrário da outra que se não me engano ainda está com o desenho 0506 apesar de só ter adotado ele na temporada passada. A espessura das listras nessa camisa está muito boa, ajudou bastante na harmonização, caso ela fosse um pouco mais fina acarretaria em uma maior mudança de cores e realmente iria quebrar essa harmonia que eu citei. O conjunto de cores e o tamanho da listras na verdade torna essa uma das mais elegantes camisas que eu já vi na minha vida, a junção de duas cores muito parecidas na verdade é a principal responsável, faz um efeito único aonde apesar de cores diferentes cria se uma unificação. Esse efeito também pode ser visto na camisa do Bayer Leverkusen de visitante dessa temporada, porém o clube usou cores, ao invés de escuras, claras, no caso foi o bege e o branco. O efeito de elegância também pode ser visto nela e eu garanto, é algo único. As mangas pretas também foram um toque que deve ser citado, ela limita as listras horizontais limitando assim a seqüência, também foi bem feito por só ter a cor preta, que na verdade é a mais escura e a que manda na camisa e caso tivesse um pouco do cinza prateado iria acabar sujando a manga, o único local talvez que pudesse acrescentar um detalhe em cinza seria algo fino na barra da manga. O Kyocera não deixa a camisa feia não, até acaba combinando pelo formato das letras mais quadradas acompanhando as listras, mas imagino que sem ele a camisa ficaria perfeita.

Não sei se consegui expressar realmente o que eu sinto por essa camisa, mas acho que deu para ter uma idéia e perceber que eu acho ela uma das mais bonitas do mundo, ao menos no último ano.

reading-0708-b.jpg

Há 10 Anos Atrás – Dezembro

Juventus da Itália

A Juventus de Turim teve sua fundação em 1897 e portanto seu centenário há 10 anos atrás na temporada 9798, fundada por um grupo de alunos do colégio Liceo D’Azeglio que na época discutiam a liga inglesa de futebol, praticamente a única existente, e resolveram montar um clube totalmente voltado para a pratica do futebol. O nome do clube se refere a juventude e a força que ela tem, essa era a idéia que os fundadores queriam difundir. É um dos maiores clubes do mundo e seu 1º título foi o de campeão italiano em 1905, depois desse vieram mais 26, porém com os famosos escândalos de compra de resultado 2 deles (0506 e 0607)  foram anulados. Copas da Itália foram 9, Copas da UEFA 3 e UEFA Champions League 2, ambas posteriormente convertidas em títulos mundiais.

Como em toda camisa de centenário há muita história por trás dela. O escudo com as cores da Itália refere-se ao campeonato vencido na temporada anterior 9697, esse é um direito que até os dias de hoje o campeão italiano tem, atualmente algumas camisas da Inter vem com ele no meio entre o símbolo da Nike e o da própria Inter. O de campeão da Copa da Itália é redondo e é defendido pela Roma atualmente. A ausência do símbolo da Juventus na verdade não é tão estranho para a época, o escudo foi implantado pela 1ª vez na história em 1994 na temporada 9495, até lá a Juventus nunca havia colocado o seu escudo na camisa, após mais 2 temporadas com o símbolo ausente a Juv recolocou o escudo na manga da camisa de casa do centenário. O escudo só entrou oficialmente no peito na temporada 9900. Outra coisa curiosa é a cor da camisa, o rosa na verdade era a cor oficial do clube, mas em 1903 surgiu um doutor que havia adorado a camisa, então se ofereceu para trazer peças melhores e importadas da Inglaterra. O tal doutor fez uma encomenda para a fabrica e exigiu as camisas nas cores rosa e preta, porém o infeliz balconista olhou uma foto e achou que o rosa não passava de um branco manchado e fez as camisas nas cores branca e preta. Dizem que quando a encomenda chegou a decepção foi geral, mas como não havia outra maneira foram obrigados a jogar com o uniforme alvinegro que se mantém até hoje. Mas de tempos em tempos aparece uma camisa com rosa se não completamente rosa para homenagear os velhos tempos como essa do centenário.

Achei ela linda e classifico ela como uma obra de arte, segue a foto para que cada um tire suas próprias conclusões.

 juventus-9798-centenary-2.jpg

Um ótimo 2008 para todos, cheio de camisas novas e repleto de coisas boas. Agradeço a cada um de vocês por esse início de blog muito bom.

Continuem sempre visitando o Compulsivos F.C., abraços Guilherme Pucci